15 49.0138 8.38624 arrow 1 arrow 0 4000 1 0 horizontal https://professoresdosucesso.com.br 300 0 1
theme-sticky-logo-alt
Please assign a Header Menu.
28 de maio de 2015

Você pode estar roubando a si mesmo

Você pode estar roubando a si mesmo

No último artigo “Quem tem medo do Bicho Papão?” eu falei sobre o bicho papão que criamos no azul escuro da nossa mente e apresentei 3 premissas básicas para nos livrarmos deste ladrão de sonhos – “Compromisso – Compreensão – Ferramentas”, mas prometi apresentar oito delas e aqui estou hoje para completarmos este ciclo e talvez compreendermos que estas oito premissas podem, sim, nos ajudar a alavancar para outro patamar.

Mas, se não leu o artigo anterior, recomendo que leia e só depois avance para este.

Pequeno resumo:

Precisamos assumir um compromisso com nossos objetivos, com nossos sonhos, com aquilo que realmente desejamos. Pois, se não estabelecermos este compromisso, teremos apenas palavras soltas e intenções temporárias que podem ser levadas pelo vento, na primeira ameaça de tempestade que tivermos em nossa vida.

Precisa compreender MESMO como está sua vida pessoal e profissional, se é realmente o que deseja, se está vivendo o seu sonho ou definir qual o seu verdadeiro propósito de vida… Quando não sabemos para onde estamos indo, apenas vamos andando e qualquer lugar serve.

É de extrema importância que compreenda o que está acontecendo, como está acontecendo, para então poder fazer os ajustes necessários.

E depois de assumir este compromisso e compreender o que está acontecendo, precisará de ferramentas para operar tais ajustes.

Pense comigo… Não posso escolher as ferramentas para construir uma casa, se não sei que tipo de casa desejo construir. Antes de obter as ferramentas, preciso imaginar como a desejo, depois planejar sua construção, desenhar a planta e então saberei quais as ferramentas.

Nunca conheci alguém que conseguisse construir uma casa apenas usando as mãos, então preste atenção em sua vida e compreenda a importância de obter as ferramentas corretas.

 

Vamos então falar das outras 5 premissas tão importantes quanto as que já discutimos:

“Disciplina – Planejamento – Combustível – Revisão – Congruência”

É claro que algumas pessoas vão achar que devem inverter a ordem que estou citando, outras vão desejar acrescentar mais duas ou três premissas e teremos aqui aqueles que vão retirar algumas. Respeito cada pessoa, mas deixo claro que esta visão é baseada nos sucessos de alguns clientes que desenho suas estratégias e percebo que alcançam resultados extraordinários.

Só peço, a você que me segue, que leia com atenção e sem nenhuma pressa, pois a ansiedade e a necessidade de alcançar seus objetivos, podem levá-lo a resultados nem sempre positivos…

Minha intenção aqui não é trazer fórmulas mágicas ou falsas dicas de 10 linhas que entusiasmam, mas não levam ninguém a lugar nenhum.

Depois de termos as três primeiras premissas desenhadas, partimos para a quarta que, particularmente, é uma das que eu mais gosto e a que tive mais dificuldades no início, no entanto, descobri, ao longo do tempo, que era uma das principais peças para que toda esta engrenagem funcionasse bem… Estamos falando da…

Disciplina

Para tudo na vida, necessitamos de disciplina.

Claro que você pode ir empurrando e decidir alimentar-se de maneira correta só depois de adquiri uma doença, pode decidir praticar exercícios físicos depois que o médico anunciar que suas veias estão entupidas e pode até começar a organizar seus negócios depois que seu contador informar que sua empresa só tem mais seis meses de vida.

Mas pode também ter disciplina para manter tudo em ordem, inclusive sua qualidade de vida. Alguns de meus clientes me diziam que ser disciplinado era uma tarefa dificil e algumas vezes chatas, pois se sentiam um robô fazendo tudo na hora certa e se sentiam controlados. Mas fazer tudo de maneira errada e deixar a vida nos levar é viver diariamente na corda bamba e pode custar muito caro no futuro.

Ter disciplina significa não adiar, não protelar, não procrastinar.

Uma das ferramentas que me ajudou foi colocar, na agenda do meu celular, minhas tarefas da semana, criar todos os dias uma check-list e, olhando para o papel diariamente, consigo ter uma ideia de tudo que tenho para fazer. Neste tudo sempre inclui meu lazer, minhas caminhadas e, muitas vezes, na minha programação está o cineminha com minha esposa.

Uma decisão só se torna cansativa ou chata quando iniciamos ela já contando historinhas e fortalecemos dentro de nós o bichinho do desânimo pois, quando criamos com entusiasmo, entramos no automático, mas um automático bom, organizado e que nos ajuda a chegar em algum lugar.

Lembre-se que quando digo para ter disciplina, não siginifica “não viver” a vida. Significa vivê-la de maneira a atingir realmente seus objetivos. Você pode e deve ter aquele dia que não tem hora para acordar, ou nem vai ligar seu celular, e tudo que fará é descansar… Ter disciplina não significa ser escravo de uma meta, mas se libertar do estou quase, estou quase e ter dia e hora para acontecer!

Eu sinceramente poderia falar por horas sobre disciplina, pois amo este tema, mas não é o que está planejado para este artigo e por falar nisso, a proxima premissa é?

Planejamento

Existem duas maneiras da vida acontecer: Deixando acontecer ou planejando.

Uma vez ouvi uma palestrante dizer que, ou você tem um plano, ou está inserido no de alguém, e isso realmente mexeu comigo.

Quando não planejamos não podemos reclamar dos resultados.

Planejar nossa vida consiste em sabermos onde estamos, onde desejamos chegar, saber quais as ferramentas necessárias para sair de um ponto e ir ao outro.

Consiste em fazermos um estudo sobre o que vamos fazer, o caminho que queremos percorrer, com quem desejamos estar, colocar data e hora.

Planejar nossas ações podem nos dar um direcionamento mais claro, mais amplo, mais detalhado de toda a situação. É como desenharmos um mapa onde podemos seguir, com a possibilidade de pequenos ajustes pelo caminho.

Talvez e só talves, você me pergunte como encontrar tanta energia para seguir tantos protocolos e neste momento entra a premissa que nos alimentará…

Combustível

Necessitamos de combustível para mantermos a máquina funcionando e quando falo em combustível, quero falar em vários tipos de alimentação.

Precisamos alimentar nosso corpo com comida saudável. Muitas vezes vamos ingerindo qualquer tipo de alimentação e nos sentimos esgotados no meio do dia e não sabemos o motivo…Vamos comendo rápido e cada vez mais produtos industrializados, ganhando peso e perdendo saúde sem conseguirmos chegar a lugar nenhum, debilitados ou sem o combustível certo…

Outro tipo de alimentação que me preocupa é a que alimenta nossa mente… O que você está lendo diariamente para ter pensamentos positivos e atitudes acertivas? Que tipo de atividade física está fazendo? Passa a maior parte do tempo lendo informações postadas por outras pessoas no facebook ou realmente busca sites como o “Professores Do Sucesso” para ler experiências e dicas de profissionais que sabem o que estão falando?

Compra revistas de fofocas e sabe tudo que acontece com os artistas ou livros que o podem ajudar a atingir seus objetivos?

O combustível certo pode fazer toda a diferença quando o assunto é resultados extraordinários.

Revisar

Tudo que está fazendo com uma certa periodicidade é importante, pois na velocidade que as informações mudam, precisamos estar sempre fazendo pequenos ajustes.

Não existe nenhum problema em fazer ajustes… A vida é assim mesmo, dinâmica e se não revisarmos nossos passos sempre, corremos o risco de ficarmos pra trás.

Muitas vezes passamos dias traçando nosso roteiro e depois guardamos na gaveta e, com entusiasmo, vamos seguindo a vida. Até acredito que nas primeiras semanas tudo correrá lindamente mas, com as interferências externas, surge o bicho papão, que adora roubar nossos sonhos, e logo entramos em uma rotina e não percebemos onde estamos errando.

Imagine ler a receita do bolo e depois ir preparando sem segui-la… Pode ser que aumente a quantidade de ovos ou diminua a quantidade de farinha e uma pequena mudança pode fazer o bolo perder o sabor ou mesmo não crescer.

Não corra riscos, fique atento!

E para fechar as oito premissas, vamos falar sobre outro tema que adoro…

Congruência.

Você conhece aquela pessoa que fala em valores, em família e trai a esposa com a secretária? Ou fala em saúde e qualidade de vida e fuma 30 cigarros por dia? Então, isso é o oposto de ser congruênte.

Eu confesso que vivi uma grande parte da minha vida sendo incongruente, pregando um discurso lindo e vivendo uma vida de apuros e problemas.

Ser congruênte é viver em uma harmonia e agindo exatamente como pensamos e falamos.

Eu posso falar em meu consultório sobre saúde, pois caminho 4 horas por semana, não fumo mais e minha alimentação, a cada dia, fica mais saudável.

Posso falar sobre relacionamento, pois sou casado há 4 anos com uma pessoa espetacular que eu amo muito e vivo um verdadeiro romance repleto de brincadeiras e diversão. Posso falar sobre pensar positivo e ter atitudes acertivas, pois alimento a minha mente com boas leituras, ouço ótimos áudios e tenho atitudes positivas diariamente e o número de clientes que me procuram, seja presencial, seja por skype, é a prova disso.

Viva como se deve viver… Seja congruente com a vida e ela lhe irá recompensar…

Quando pensamos e agimos na mesma frequência os resultados são satisfatórios e conseguimos viver melhor e mais felizes…

Você pode conhecer outras maneiras e acho sensacional mas, nestes dois últimos artigos, trouxe oito premissas que podem lhe ajudar a transformar sua vida e destruir o bicho papão que tenta roubar seus sonhos.

Agora apenas ler as premissas não vai levá-lo a nenhum lugar, então sugiro que pegue papel e caneta e comece a desenhar sua nova vida… Lembre-se que pode colocar sempre um pouco mais de colorido em sua vida, em seus sonhos, em suas decisões…

Quem sabe nos encontramos um dia neste imenso universo e você possa me contar sua transformação!

Seja fiel a seus objetivos e vire as costas para seus medos!

Forte abraço e até a proxima semana,

Eric Pereira