Você quer deixar o medo de lado e começar a investir, mas ao mesmo tempo sente que não entende absolutamente nada sobre o assunto?

Isso é normal para quem está começando, mas o importante é manter o ânimo.

Hoje vamos mostrar para você algumas opções de investimentos que você precisa conhecer e depois se aprofundar para saber em que lugar investir.

Vamos investir em 2019? Veja alguns investimentos que você precisa conhecer

“Muitas pessoas desistem de investir por acreditarem em mitos e serem tomados pelo medo ao invés de procurar ajuda”, afirma Ruan Nogueira, da Turn Wise – Educação Financeira.

Investir o seu dinheiro pode te proporcionar o alcance de vários objetivos mais rápido, e cada vez que você investe, os seus objetivos financeiros se aproximam da realidade mais rápido.

“Assim como tudo na vida, investir demanda conhecimento e podem envolver riscos sim, mas que podem ser contornados e controlados dependendo do caminho que você escolhe percorrer”, completa o especialista.

COE (Certificado de operações estruturadas)

Essa modalidade permite que você invista em ativos internacionais, como índices, ETFs, moedas, ações e até commodities.

Ele tem ótima rentabilidade e um baixo risco de resultado negativo. Cada certificado tem um objetivo traçado, e quando ele não é alcançado o investidor não perde o valor aplicado.

Fundos de renda fixa

Os fundos de investimentos são uma ótima opção para quem está começando.

Uma das principais vantagens é contar com administradores especializados que vão gerir o dinheiro aplicado.

A renda fixa é considerada uma opção mais segura e conservadora, garantindo um rendimento acima do CDI, com boa liquidez dependendo da opção feita.

Fundo Multimercado

O fundo multimercado leva esse nome por mesclar ativos de renda fixa com investimentos em renda variável, o que pode garantir excelentes resultados a médio prazo.

É uma opção um pouco mais arriscada do que o investimento em renda fixa, e pode ter alguns períodos de rendimento negativo, se recuperando com o tempo e gerando bons resultados.

LCA (Letras de crédito de Agronegócio) e LCI (Letras de crédito Imobiliário)

As letras de crédito são uma opção de investimento de renda fixa.

Elas são isentas de imposto de renda, possuem garantia pelo Fundo Garantidor de Crédito e por garantias físicas específicas, sendo também indexadas a um indicador de forma que seja possível mensurar o ganho antes mesmo de realizar o investimento.

Letra de Câmbio

A letra de câmbio é uma aplicação que serve a todo tipo de investidor, do mais conservador ao mais arrojado.

Ela não é isenta do imposto de renda, mas possui uma ótima rentabilidade.

Tesouro Direto

Esse tipo de investimento tem como emissor o próprio Governo Federal, e por isso mesmo ele é bastante seguro.

O valor mínimo para investir também é bastante baixo, o que torna ele acessível para todos os bolsos.

Os investimentos no tesouro são divididos em tesouro IPCA, tesouro Selic e tesouro prefixado.

CDB (Certificado de Depósito Bancário)

O CDB é um tipo de investimento que é bastante indicado para iniciantes. Ele é um título de renda fixa extremamente seguro, que é emitido pelos bancos como forma de captação de recursos com o objetivo de financiar suas atividades.

Ele possui boa rentabilidade e é considerado um investimento seguro, sendo uma opção que você não deve descartar.

Debêntures

Os debêntures são título de dívida, sendo investimentos um pouco mais complexos.

Eles podem ser divididos entre simples e o conversível em ações. Seus rendimentos são um pouco mais altos e seus juros podem ser prefixado, pós-fixado e híbrido.

Essa foi apenas uma introdução a alguns tipos de investimento que valem a pena serem considerados.

Mas se você quiser realmente começar a investir, recomendamos pesquisar mais sobre cada opção e descobrir detalhes como histórico de rendimento, liquidez e outros fatores que devem ser avaliados tendo em mente o seu perfil.

Ano novo, finanças novas. Bons investimentos!

BAIXE NOSSO EBOOK GRÁTIS

PLANEJAMENTO FINANCEIRO PESSOAL

Neste e-book você terá acesso às melhores práticas para se planejar financeiramente. Do controle de contas a aprender como entender e controlar as despesas fixas e variáveis, passando por como definir prioridades e identificar gastos supérfluos, que podem comprometer o orçamento.

BAIXE O EBOOK AGORA