Sucesso Pessoal: Por que é mais fácil terceirizar a culpa dos seus problemas?

Sucesso Pessoal: Por que é mais fácil terceirizar a culpa dos seus problemas?

Os seres humanos, por natureza, vivem em constante competição. A perfeição em ações e intenções é buscada diariamente. O intuito é que os demais não vejam os seus defeitos e nem reconheçam os problemas.

As justificativas se fazem presentes na maioria das nossas ações. “Meu casamento acabou, porque meu ex-marido não tinha compromisso com nada”, “Não posso viajar e conhecer novas pessoas, porque meu trabalho não me permite ter tempo” ou “Não saio, não viajo e não tenho vida social, porque não tenho dinheiro”.

Diante dos exemplos apresentados, você já parou para pensar o motivo pelo qual é bem mais simples atribuir a culpa dos nossos problemas aos terceiros, ao invés de simplesmente assumi-la?

Verdadeiramente, é bem mais fácil olhar para quem está a nossa volta do que para si mesmo. É bem mais simples criticar quem está ao nosso lado do que nosso eu. Se torna mais leve enxergar o fracasso de outra pessoa do o que o próprio.

O pior é que muitos estão habituados a fazer isso. Eles acabam sendo vítimas das próprias armadilhas mentais, que impedem o desenvolvimento pessoal.

Em todos os momentos que algo não dá certo, o seu cérebro, já está acostumado a criar uma justificativa, para que assim, você não se sinta culpado pelo acontecimento. Isso, consequentemente, vai causar um alívio momentâneo, porém interromperá a possibilidade de uma avanço de amadurecimento futuro.

Como o sentimento de culpa pode se transformar em desenvolvimento pessoal?

Em alguns momentos das nossas vidas, nos deparamos com situações que nos atribui o sentimento de culpa. Dependendo da maneira que tratamos, ela poderá ser favorável ou desfavorável em nossas vidas. Se abordada positivamente, ela pode ser fundamental para nosso amadurecimento e desenvolvimento pessoal.

Mas mesmo que sentido constantemente, nem todas as pessoas conseguem sugar vantagens desses momentos desprazerosos. Então, acabam por se sentirem tristes, depressivos e com baixa auto estima. Além de se perceberam limitados ao enfrentar as críticas impostas pelos demais.

Por isso, o ideal é ficar ligado naquelas situações que exclusivamente dependem de você!

Isso acontece da seguinte maneira:

Você está necessitando muito de um emprego, mas não está fácil devido a crise econômica. Então, sua obrigação é tentar facilitar, aprimorando sua capacitação profissional. Uma ótima opção é adicionar cursos, workshops e palestras ao seu currículo.

Então, se analise, pense, observe, ouça sua própria voz em relação aos outros. Não crucifique aqueles que estão em sua volta por você não alcançar seus objetivos. A responsabilidade pelos seus atos é apenas sua!

Acredite, pensar dessa forma tão imatura não lhe fará uma pessoa melhor. Afinal, você continuará sempre na mesmice.

Retire a culpa da sua vida e seja verdadeiramente feliz!

O sentimento de culpa está diretamente associado ao meu comportamento. Ou seja, quando tomo alguma atitude errada e acabo sendo criticado pelos demais.

Após um determinado acontecimento, seja um relacionamento amoroso, uma briga com um familiar ou um conflito com algum amigo, o cérebro tende de maneira repetitiva a revisar os fatos acontecidos.

Em algumas ocasiões, esses sentimentos, que são resultados desse processamento cerebral, vem a nossa consciência através de pensamentos ruins e indesejados.

Entretanto, eles também poderão surgir como um processo de culpa, especificamente, quando ele se torna repetitivo.

Por isso, é necessário se auto avaliar, ressaltando se a culpa daquela determinada situação lhe pertence ou outros fatores podem ter sido influentes.

Mas também tenha certeza que, mesmo sendo um caminho mais simples e fácil, atribuir a culpa dos seus problemas para algo e alguém que está a sua volta não lhe fará se sentir melhor.

Esse comportamento só te adaptará a viver num comodismo, aonde você vai se habituar a tomar sempre esta atitude diante de qualquer circunstância.

Então, enfrente sua realidade! Fugir dela pode te proporcionar alegrias momentâneas. Mas e o depois? Diariamente, vivemos em busca de conquistar nossa verdadeira felicidade! Ela pode ser bem mais simples do que imaginamos.

Um dos passos pioneiros é tentar solucionar seus problemas, sem terceirizá-los e assumindo sua responsabilidade. Não viva de ilusões e medos!

Viva com sucesso descobrindo sua missão de vida

Ao encontrar sua missão de vida, você terá felicidade, alegria, plenitude e prosperidade e de forma natural, ela começará a repelir da sua existência problemas, crises, culpas e todos sentimento ruins.

Porém, muitos se enganam dentro da sua missão. Uns pensam que está relacionado a construção de uma família ou mesmo conquistar bens materiais. Porém, ela vai bem além. Está diretamente relacionado com aquilo que você deseja realizar, lhe fazendo muito feliz. Entretanto, é preciso entender o que necessariamente se trata da sua missão.

Por isso, para ser encontrada, ela vai passar por processos. Primeiramente, é necessário evoluir. Para que depois, você possa se harmonizar com outras pessoas e por fim, gerar bons exemplos.

Ao descobrir sua missão, a verdadeira felicidade consigo mesmo e com todas as suas relações, família, amigos e casamento vai fazer parte da sua rotina. Sua vida será recheada de bons sentimentos!

Um forte abraço e muita luz

Bruno Gimenes

BAIXE NOSSO EBOOK GRÁTIS

PROSPERIDADE FINANCEIRA NA PRÁTICA

O guia "Prosperidade Financeira na Prática" vai ajudar você a se livrar das dívidas, ajustar o orçamento e conquistar prosperidade financeira.

BAIXE O EBOOK AGORA
By | 2017-01-02T12:00:42+00:00 9 de outubro de 2015|Autoconhecimento|