Saiba como economizar na alimentação da família

A alimentação é um dos pontos que mais geram despesas para as famílias brasileiras. Segundo um levantamento realizado pela Boa Vista SCPC, a alimentação é o segundo fator com mais impacto no orçamento familiar, perdendo apenas para as contas de água e de luz. Diante disso, com a inflação e o aumento nos preços dos alimentos, mais do que nunca é preciso encontrar formas de economizar na alimentação.

Mas como fazer para economizar na hora das compras sem causar complicações? A seguir, conheça 5 dicas relevantes que permitem fazer aquela economia e ainda manter um bom cardápio dentro de casa.

Faça uma lista de compras para economizar na alimentação

O primeiro passo para gastar menos com a alimentação é elaborar uma lista de compras. Pense nas necessidades básicas da família ao longo do mês e liste os itens mais importantes e suas quantidades. Ao colocar tudo no papel, você terá uma ideia mais precisa de quanto irá gastar, além de conseguir identificar o que é supérfluo e não precisa ser comprado com urgência.

Com a lista em mãos, comece a pesquisar. Pesquise estabelecimentos diferentes, procure por promoções e lembre-se: sempre vale a pena considerar outras opções. Às vezes, ser fiel a uma determinada marca só faz com que você gaste mais dinheiro do que deveria. Assim, prefira marcas de qualidade equivalente e preço menor.

Para que seja mais fácil manter o foco e não exceder sua lista, evite fazer compras antes das refeições ou quando estiver com fome, pois isso pode fazer com que você gaste mais em algum alimento que não precisa. Também é interessante ir ao supermercado em momentos de promoções de produtos que você deseja comprar.

Prefira alimentos da época

Dentro da sua lista, é muito importante incluir alimentos que estão em época de colheita, especialmente frutas e legumes. Comprar morangos no momento adequado, por exemplo, proporcionará uma fruta mais saborosa e, o melhor, mais barata.

Essa economia acontece por dois motivos. O primeiro é que, nessa “alta temporada”, há mais oferta do produto em questão, o que diminui seu preço. O segundo fator é que há menos custos com transporte, armazenamento e conservação. Assim, o preço final dos alimentos sofre menos impacto.

Se quiser economizar ainda mais, vale a pena procurar esses itens na feira. Como os produtores e/ou vendedores têm menos estrutura do que um grande supermercado, o preço também é mais em conta.

Congele legumes para preservá-los

Depois que o alimento estiver em sua casa, é muito importante ter alguns cuidados para garantir sua proteção e conservação. No caso de legumes, por exemplo, se você não higienizá-los ou armazená-los de maneira adequada, eles podem acabar estragando, o que significa mais desperdício de dinheiro.

Por isso, a dica aqui é congelar os legumes quando não for utilizá-los em breve. O ideal é congelá-los na versão mais fresca possível — porém, se você preferir, pode fazer um leve cozimento e só então congelá-los.

Na hora de armazenar, coloque esses legumes em sacos de plástico com boa vedação e deixe-os no congelador até a hora de usar. Quando for cozinhar, evite colocá-los no micro-ondas e deixe que eles descongelem em temperatura ambiente. Isso ajuda a preservar as propriedades nutricionais dos alimentos e ainda gera uma economia de energia elétrica.

Armazene verduras corretamente

As verduras, especialmente as folhas, também precisam de cuidados, já que ninguém quer comer uma salada de folhas murchas.

No caso da alface, por exemplo, o maior inimigo é a umidade. Com isso, a melhor prática é guardá-la na geladeira em um saco plástico forrado com papel toalha. Esse papel será responsável por absorver a umidade, mantendo a folha sempre crocante.

Outras verduras, como espinafre e brócolis, também podem ser conservadas por mais tempo se forem armazenadas do jeito correto.

O mais importante é garantir que esses alimentos naturais estejam livres de umidade ou calor excessivo, além de não deixá-los jogados nas sacolas plásticas do supermercado ou da feira dentro da geladeira. E mesmo que essas práticas de higienização e armazenamento possam levar um tempinho, pense na economia — de tempo e dinheiro — que você fará com alimentos que duram mais.

Não desperdice as sobras

Por falar em desperdício, depois de ter preparado os alimentos, é muito importante não desperdiçar as sobras, afinal, tudo que vai parar no lixo é, na verdade, dinheiro sendo jogado fora.

Além disso, quanto mais você desperdiça, mais você compra, e isso leva a um indesejável aumento de gastos. Dessa forma, procure aproveitar tudo que sobrar da preparação do alimento e depois da refeição. Para ficar mais fácil, reunimos algumas formas de fazer esse aproveitamento:

→  Existem muitas receitas que podem ser feitas com cascas e talos de legumes e vegetais em geral — além de ajudarem na economia, elas também são supernutritivas, o que é bom para você e, principalmente, seus filhos. Experimente fazer alguma delas;

→  Se uma parte da refeição tiver sobrado no almoço, como metade da panela de arroz, vale a pena repeti-la no jantar. Isso evita que tudo vá para o lixo e ainda oferece uma oportunidade de ser criativo na cozinha, incluindo ingredientes e montando novos pratos com o mesmo alimento;

→ Pães adormecidos podem originar torradas ou pudins de pão, enquanto sobras da salada podem compor um saudável sanduíche. Fique de olho nessas sobras e aproveite ao máximo cada uma delas.

Já para evitar aquelas sobras que não podem ser aproveitadas, é importante que você calcule muito bem quanta comida vai preparar, pois fazer uma quantidade desnecessária leva ao desperdício.

Assim, procure estipular melhor a quantidade de comida a ser feita dependendo do tipo e rendimento de cada produto, da refeição em si e do apetite das pessoas.

Sabendo onde procurar, o que comprar e como aproveitar todos os alimentos, o resultado será uma alimentação mais barata, igualmente saborosa e possivelmente até mais saudável para você e sua família. Coloque essas dicas em prática e comece a ver os impactos positivos no seu orçamento!

Tem mais alguma dica de como economizar na alimentação? Deixe aqui nos comentários e participe!

BAIXE NOSSO EBOOK GRÁTIS

PROSPERIDADE FINANCEIRA NA PRÁTICA

O guia "Prosperidade Financeira na Prática" vai ajudar você a se livrar das dívidas, ajustar o orçamento e conquistar prosperidade financeira.

BAIXE O EBOOK AGORA
By | 2017-05-18T12:44:46+00:00 12 de julho de 2017|Educação Financeira, Sucesso Financeiro|