Dica de economia: descubra onde você está perdendo dinheiro

Dica de economia: descubra onde você está perdendo dinheiro

O índice de inadimplência no Brasil está bastante alto. Segundo dados da Serasa Experian, o país atingiu o total de 60 milhões de inadimplentes em março de 2016. Nesse período, o total das dívidas atrasadas já somava R$270,5 bilhões.

O dado é alarmante, porque é o maior resultado desde que a entidade começou a medir a inadimplência, em 2012. Nesse cenário, é preciso cuidar muito das finanças pessoais, evitar gastos desnecessários e economizar.

Mas qual é a dica de economia que deve ser seguida por quem quer sair do vermelho? Veja algumas ações que você deve adotar já.

Fique atento a essa dica de economia

A primeira atitude para começar a economizar é fazer um controle financeiro pessoal. É somente dessa forma que você terá uma verdadeira noção dos seus gastos e dos recursos financeiros que possui ao longo do mês.

Ou seja, a planilha de controle financeiro abrange todo o dinheiro que entra e que sai, especificando todas as contas e despesas fixas (que não podem ser cortadas, como aluguel, conta de luz, transporte, supermercado, etc.) e variáveis (que podem ser eliminadas ou reduzidas, como vestuário, por exemplo).

Mas por que é importante fazer um controle financeiro? Porque é a partir dele que se verificará exatamente quanto é recebido por mês e o total gasto no mesmo período. Assim, a planilha é a base para a economia do consumidor.

Sendo assim, as dicas a seguir vão apresentar não só como fazer o planejamento financeiro, mas também como pagar as contas atrasadas e/ou guardar dinheiro. Confira!

Controle os gastos mensais

A maioria das pessoas recebe o salário mensal, e as contas também são pagas uma vez ao mês. Portanto, esse é o período mais recomendado para fazer o planejamento financeiro. Considerando essa questão, absolutamente todos os gastos realizados no período devem ser contabilizados.

Isso inclui desde o aluguel, que é uma conta mais alta, até aquele cafezinho da padaria que você acha que não impacta no seu orçamento.

Por que isso deve ser realizado? Porque o controle dos gastos mensais permitirá conhecer o montante gasto com cada categoria, verificando o total dispendido em compras que podem ser reduzidas ou totalmente eliminadas — pelo menos durante o período mais crítico das finanças.

Por isso, anote os gastos, faça a comparação com os seus ganhos e analise com o que você está gastando mais dinheiro. É importante saber que a planilha de controle de gastos deve ser bem detalhada.

Você pode colocar, por exemplo, a data de vencimento das contas, o valor gasto, o status do pagamento (se foi feito à vista ou no cartão de crédito, por exemplo), entre outros elementos.

Defina prioridades

Anotando os gastos e os recebimentos na planilha de controle de gastos, você consegue visualizar melhor sua situação financeira e ver quanto está sobrando ou faltando por mês.

Outra vantagem é poder identificar com o que está gastando mais e quais despesas são dispensáveis. A ideia é evitar gastar com compras desnecessárias e que não se pode pagar, optando por investir seu dinheiro naquilo que, de fato, é prioridade.

Assim, o dinheiro economizado com o que é supérfluo pode ser depositado na poupança, ser inserido em um investimento ou direcionado ao pagamento de uma conta atrasada ou que esteja para vencer.

Estabeleça objetivos

Fazer um planejamento financeiro e segui-lo é muito mais simples quando objetivos e metas são estabelecidos. Então, pense em algo que queira fazer e determine um período para alcançar seu objetivo.

Verifique o quanto você precisa economizar por mês e siga em frente! Assim, além de realizar o seu desejo, você também conseguirá poupar, tendo dinheiro para imprevistos.

Use o cartão de crédito com inteligência

Um grande problema para quem tem pouco controle financeiro é o cartão de crédito. Como ele oferece um limite que pode ser gasto facilmente, é comum utilizá-lo para despesas diárias (como supermercado) e fazer diversas compras com parcelamentos infindáveis.

Essas atitudes, porém, são muito prejudiciais à sua finança pessoal. Por isso, verifique quanto está pagando mensalmente de cartão de crédito e tente diminuir a dívida.

Se você entrou no crédito rotativo (ou seja, não pagou a fatura total, mas somente o mínimo definido), entre em contato com o banco e renegocie sua dívida.

Depois de sair do vermelho, você pode voltar a usar o cartão de crédito, mas acompanhe os gastos e o comprometimento da sua renda com as parcelas. Assim, você terá noção se pode contrair mais um parcelamento.

Planeje os gastos

É claro que existem muitas contas mensais obrigatórias, mas outros gastos podem ser planejados. Por exemplo, se você quer comprar um sofá, tente se organizar para guardar dinheiro e comprá-lo à vista.

Se a aquisição for urgente, faça no cartão de crédito, mas não contraia outras dívidas até finalizar esse pagamento.

Renegocie todas as dívidas

Se você está no vermelho e tem muitas contas atrasadas, renegocie suas dívidas. Entre em contato com o banco, verifique a taxa de juros, peça para cortar o cheque especial e faça uma simulação de parcelamento.

Também vale a pena entrar em contato com outras instituições financeiras, a fim de tentar encontrar outras taxas de juros de empréstimos mais baixas e prazo de pagamento mais longo.

Um exemplo é o empréstimo consignado (descontado diretamente na folha de pagamento).

Compare preços

Mesmo estando no vermelho, você precisará comprar produtos e bens. Nessas horas, a dica é não sair comprando à toa, mas sim pesquisar os melhores preços e possíveis descontos.

Aproveite a ajuda da internet e compare os preços em diversas lojas. Aliás, muitas vezes o valor é mais baixo na internet do que na loja física (só confira o pagamento de frete) e há promoções em lojas virtuais que vale a pena aproveitar.

Aprenda a investir

Depois de melhorar suas finanças, chegou a hora de investir. Se você não entende nada sobre isso, converse com um consultor especializado e informe-se em sites e artigos da internet.

Verifique qual é seu objetivo e qual investimento poderá trazer aquilo que procura. Assim, você terá sucesso e conseguirá ter retornos maiores que a poupança.

Viu como é fácil descobrir onde você está perdendo dinheiro e aprender a gastar somente com aquilo que é necessário? Agora que você conferiu a dica de economia, é só começar a colocar as ideias em prática.

Aproveite e deixe seu comentário no post compartilhando sua experiência!

 

BAIXE NOSSO EBOOK GRÁTIS

MAIS CLIENTES PARA O SEU NEGÓCIO

Se por um lado as redes sociais são ótimas formas de se divertir, elas também são peças-chave para um marketing digital de qualidade. Não à toa, cada vez mais empresas marcam presença nas principais redes sociais de modo a conseguir mais clientes. Mas você sabe que mesmo sendo um profissional liberal você também pode se aproveitar o uso dessas redes?

BAIXE O EBOOK AGORA

By | 2018-03-25T19:37:54+00:00 25 de março de 2018|Educação Financeira, Sucesso Financeiro|