Controle financeiro pessoal: aprenda a fazer o seu

Controle financeiro pessoal: aprenda a fazer o seu

O sucesso financeiro não vem com atitudes milagrosas ou momentos únicos e, sim, com muito esforço e dedicação para garantir que o seu orçamento seja capaz de realizar os seus sonhos. Entretanto, atingir esse objetivo é impossível se você não puder ter controle sobre suas finanças e o que acontece é que elas acabam dominando você.

A ferramenta do controle financeiro pessoal é indispensável se você quiser que seu dinheiro renda e que possa financiar os seus sonhos. Quer chegar lá? Separei algumas dicas para que aprenda a como fazer um controle financeiro pessoal de qualidade. Aproveite!

Conheça seus ganhos e seus gastos

Para um controle financeiro pessoal de qualidade você deve começar conhecendo quais são os seus ganhos e quais são os seus gastos fixos. Isso é necessário porque nem sempre as pessoas sabem exatamente o quanto ganham ou o quanto do seu salário está mensalmente comprometido.

Por isso, em uma coluna, coloque todos os seus rendimentos do mês, incluindo o salário e rendas extras. Em outra, coloque todos os seus gastos fixos ou recorrentes para saber quanto você gasta todo mês. Ao final, diminua o quanto você ganha do quanto você gasta para ter uma ideia de quanto você tem disponível por mês. Se a conta não fecha, você tem um motivo a mais para começar a fazer o controle financeiro.

Controle as despesas

Agora que você sabe direitinho quanto ganha e o quanto gasta é hora de começar a controlar as despesas. Por isso, como parte do seu controle financeiro detalhe todas as despesas das quais conseguir lembrar: aluguel, conta de água, conta de luz, combustível, fatura do cartão de crédito e mais.

Identifique quais são as maiores delas e também quais são as que não são tão necessárias. Logo você perceberá que está gastando mais do que pretendia e, muitas vezes, que não está vendo um retorno em qualidade de vida desses gastos – gastar muita luz, por exemplo, dificilmente significará que sua qualidade de vida está muito melhor.

Assim, comece a controlar todos os recebimentos e despesas no momento em que ocorrerem. Ao fazer um controle estrito de entrada e saída de valores você saberá identificar com o que está gastando.

Estabeleça metas

Para controlar as despesas, inclusive, você pode estabelecer metas de orçamento. Essas metas podem funcionar tanto na redução de gastos quanto no aumento da economia em si. Uma meta, por exemplo, pode ser de diminuir em 20% o valor da conta de luz para o próximo mês. Outra meta pode incluir guardar 15% do seu salário todos os meses.

Criar metas para o seu orçamento é importante porque o controle financeiro também precisa ter um objetivo, ou seja, você não deve fazer um controle financeiro apenas para saber o que gasta, mas também para possuir uma postura ativa para gerar mais economia.

Compre somente o necessário

Se você continuar comprando coisas das quais não precisa o seu controle financeiro nunca vai subir de nível e a sua situação financeira nunca irá atingir o patamar que você deseja. Por isso, estabeleça um compromisso consigo mesmo de comprar somente o que é necessário para o seu momento.

Em vez de aproveitar qualquer promoção apenas porque o item está muito abaixo do preço pergunte-se se você realmente precisa do item. Se a resposta não for totalmente afirmativa, a compra não é a melhor escolha.

Com isso, em vez de comprar com constância comece a pensar em novos usos para as coisas que você já tem, garantindo um orçamento mais enxuto e mais fácil de ser controlado.

Prefira compras à vista

Falando em facilidade de controle do orçamento, inclusive, é altamente recomendado que você prefira compras à vista. Isso se deve a dois fatores principais: o primeiro é que não há juros e, portanto, você sabe exatamente o quanto a sua compra vale no momento em que ela acontece. O segundo motivo diz respeito ao fato de que fazer compras à vista ajuda a diminuir as compras por impulso já que você vê o dinheiro saindo diretamente do seu bolso.

Isso não significa que você precise eliminar totalmente o cartão de crédito da sua vida, afinal, ele é muito útil em situações em que o parcelamento é necessário. A questão, entretanto, é que quanto menos você usar o cartão, menos dívidas você terá e mais fácil vai ser de fazer um controle efetivo.

Mantenha a organização

A organização também precisa fazer parte do seu controle financeiro pessoal, especialmente quando se fala do controle de entrada e saída de valores. Toda movimentação precisa estar bem detalhada e conter o valor exato, a data e o motivo da compra.

Isso é importante para que você saiba exatamente para onde o seu dinheiro foi no final do mês e faça uma avaliação do que você fez de certo e do que você fez de errado. Se você apenas fizer um lançamento numérico, grandes são as chances de que chegue o final do mês, e você não se lembre da referência daquele valor.

Por isso, mantenha tudo organizado para que você não se perca em seu próprio controle financeiro e saiba sempre quais foram os seus gastos.

Tenha disciplina

Falando em fazer lançamentos de gastos, inclusive, é muito importante que você tenha disciplina em registrar todos os gastos que tiver, mesmo que sejam gastos que parecem pequenos ou insignificantes.

Mesmo um cafezinho na padaria ou uma compra de pequeno valor precisam estar registrados para que as contas no final do mês façam sentido e para que você entenda melhor seus hábitos de consumo. Imagine, por exemplo, que você gaste R$ 5,00 todos os dias na padaria antes de ir para o trabalho. O gasto parece pequeno e, individualmente, realmente é. Ao anotá-lo, entretanto, você notará que cerca de R$ 100,00 do seu salário são destinados somente a isso – e por isso você precisa anotar qualquer gasto, ainda que pequeno.

Ter um controle financeiro pessoal é um hábito indispensável para qualquer pessoa que deseje ter resultados melhores em sua vida pessoal, ficando longe de dívidas ou complicações financeiras que tiram o sono. Para isso, conhecimento sobre seu orçamento e organização são fatores fundamentais para conseguir um orçamento que traga resultados cada vez melhores.

Você já faz o seu controle financeiro pessoal? Tem alguma dificuldade ou dúvida sobre esse assunto? Aproveite e conte nos comentários!

BAIXE NOSSO EBOOK GRÁTIS

MAIS CLIENTES PARA O SEU NEGÓCIO

Se por um lado as redes sociais são ótimas formas de se divertir, elas também são peças-chave para um marketing digital de qualidade. Não à toa, cada vez mais empresas marcam presença nas principais redes sociais de modo a conseguir mais clientes. Mas você sabe que mesmo sendo um profissional liberal você também pode se aproveitar o uso dessas redes?

BAIXE O EBOOK AGORA

By | 2017-01-02T12:00:08+00:00 27 de janeiro de 2016|Educação Financeira, Sucesso Financeiro|