Como os Relacionamentos Podem Melhorar sua Saúde e Bem-Estar

Relacionamentos saudáveis ​​são um componente vital para a saúde, sucesso e bem-estar geral. Nós, seres humanos, somos animais sociais e, como tal, temos uma necessidade inata de estar envolvidos com outras pessoas.

Laços familiares fortes, amizades e participar de atividades sociais podem aumentar nosso senso de segurança e auto-estima e proporcionar um amortecedor psicológico contra a ansiedade, estresse e depressão. As redes sociais também fornecem um sentimento de pertencimento, segurança e uma comunidade onde as pessoas podem compartilhar suas preocupações e necessidades além de apoiar as outras.

Por que os relacionamentos são tão importantes?

Há evidências convincentes de que relações fortes contribuem para uma vida longa, saudável e feliz. Por outro lado, os riscos para a saúde por estar solitário ou isolado na vida são comparáveis ​​aos riscos associados ao tabagismo, pressão arterial e à obesidade.

Pesquisas mostram que relacionamentos saudáveis ​​podem ajudá-lo a:

Viver mais

Um estudo realizado com 148 pessoas concluiu que aquelas tinham fortes relações sociais são 50% menos propensas a morrer prematuramente. Da mesma forma, o centro de pesquisa Dan Buettner’s Blue Zones calcula que comprometer-se com um parceiro pode adicionar 3 anos à expectativa de vida. Além disso, os pesquisadores Nicholas Christakis e James Fowler descobriram que a expectativa de vida dos homens e mais beneficiada no casamento do que as mulheres.

Aliviar o estresse

O apoio oferecido por um amigo atencioso pode ser um grande amortecedor contra os efeitos do estresse. Em um estudo com mais de 100 pessoas, os pesquisadores descobriram que as pessoas que completaram uma tarefa estressante experimentaram uma recuperação mais rápida quando lembraram de pessoas com quem eles tinham relacionamentos fortes. Aqueles que lembraram de relações estressantes, por outro lado, experimentaram ainda mais estresse e pressão arterial mais elevada.

Ficar mais saudável

De acordo com a pesquisa da psicóloga Sheldon Cohen, os estudantes universitários que relataram ter fortes laços de amizade eram menos propensos a contrair um resfriado comum quando expostos ao vírus. Além disso, a pesquisa internacional da Gallup em 2012 descobriu que as pessoas que sentem que têm amigos e familiares para contar são geralmente mais saudáveis do que as pessoas que se sentem isoladas.

Também concluíram que sair com pessoas saudáveis ​​aumenta sua própria saúde – em seu livro Connected, Christakis e Fowler mostram que as pessoas não obesas são mais propensas a ter amigos não obesos porque os hábitos saudáveis ​​se espalham através de nossas redes sociais.

Sentir-se bem-sucedido

Uma pesquisa do National Bureau of Economic Research com 5.000 pessoas descobriu que duplicar seu grupo de amigos tem o mesmo efeito em seu bem-estar que um aumentar sua renda em 50%!

Por outro lado, a falta de apoio social está ligada a uma série de consequências para a saúde, tais como:

  • Depressão. A solidão tem sido comumente associada à depressão e agora a pesquisa está apoiando essa correlação. Um estudo de 2012 feito em pacientes com câncer de mama descobriu que aqueles que possuíam relacionamentos menos satisfatórios apresentaram níveis mais altos de depressão, dor e fadiga.
  • Baixa imunidade. Os autores do mesmo estudo também encontraram uma correlação entre a solidão e a desregulação do sistema imunológico. O que significa que a falta de conexões sociais pode aumentar suas chances de ficar doente.
  • Pressão arterial mais elevada. Pesquisadores da Universidade de Chicago, que estudaram um grupo de 229 adultos durante cinco anos, descobriram que a solidão poderia levar a pressão arterial mais alta mesmo anos depois, indicando que os efeitos do isolamento têm consequências duradouras.

De acordo com os psiquiatras Jacqueline Olds e Richard Schwartz, a alienação social é um resultado inevitável da preocupação da sociedade contemporânea com o materialismo e a “ocupação” frenética. Suas décadas de pesquisa apoiam a ideia de que a falta de relacionamentos pode causar múltiplos problemas para a saúde física, emocional e espiritual. A pesquisa é clara e devastadora: o isolamento é fatal.

Para alcançar sucesso, seja na esfera pessoal ou profissional, é necessário gerenciar a ansiedade e manter relacionamentos saudáveis e duradouros seja com a família, amigos e cônjuge. Pois, como dizia Tom Jobim:

É impossível ser feliz sozinho.

Como nutrir seus relacionamentos

Os relacionamentos não são estáticos: são aspectos vivos e dinâmicos de nossas vidas que exigem atenção e cuidados. Para se beneficiar de laços estreitos com os outros, você deve se encarregar de seus relacionamentos e investir tempo e energia como qualquer outro aspecto do seu bem-estar. Para isso:

  • Conecte-se com sua família
  • Pratique gratidão
  • Aprenda a perdoar
  • Tenha compaixão
  • Aceite as pessoas como elas são (mas sem abusos)
  • Equilibre o tempo entre vida social e ficar sozinho

Melhore sua habilidade de se comunicar

A base dos relacionamentos saudáveis é uma comunicação clara e verdadeira. Para isso:

  • Compartilhe seus sentimentos
  • Ganhe confiança
  • Ouça com atenção
  • Exponha-se emocionalmente
  • Gerencie os conflitos

Quem tem amigo, tem tudo. Invista em seus relacionamentos e, de bônus, conquiste mais saúde e bem-estar.

E você? O que tem feito para nutrir seus relacionamentos? Conte para gente nos comentários 😉

BAIXE NOSSO EBOOK GRÁTIS

ADICIONE 3 HORAS LIVRES AO SEU DIA

Descubra as três atividades simples para colocar em prática ainda hoje e fazer seu dia render muito mais.

BAIXE O EBOOK AGORA

By | 2017-08-08T12:40:26+00:00 8 de agosto de 2017|Relacionamento Humano|