Coletar – O Hábito mais importante para aumentar a produtividade com GTD

Coletar – O Hábito mais importante para aumentar a produtividade com GTD

Em minhas sessões de “Coaching para Produtividade” sempre digo aos clientes que o hábito mais importante para se tornar uma pessoa produtiva é o hábito de Coletar.

Coletar, dentro do modelo GTD, é a sua capacidade de colocar coisas em sua caixa de entrada para serem processadas. Mais detalhes sobre os conceitos de Getting Things Done (GTD) em 5 Conceitos básicos para ser um mestre em GTD.

Quanto mais hábil você for nesta habilidade, maior será a quantidade de coisas que você vai tirar de sua mente e vai colocar em um lugar de confiança que será processado no futuro.

Como aprendemos com GTD, a mente é burra. Isso porque ela tem uma forma muito pouco otimizada para nos lembrar daquilo que precisamos fazer. Quantas vezes você estava tomando banho, cozinhando, dirigindo ou até mesmo namorando e foi lembrado por sua mente de que deveria fazer (ou ter feito) alguma outra coisa durante o seu dia?

David Allen, que desenvolveu a técnica GTD, chama isso de veios abertos. Nossa mente usa esse artifício pouco otimizado sempre quando não possuímos uma forma eficiente de organizar nossos afazeres. Na verdade, a mente não está nos atrapalhando quando nada podemos fazer sobre o assunto, ela está salvando a nossa pele e nos dando a oportunidade de fazer alguma coisa a respeito.

Quando pegamos essas interrupções e colocamos em um lugar onde iremos processar mais tarde, o que chamamos de “Caixa de Entrada”, damos o devido tratamento à informação e passamos a contar com nossa mente mais como parceira do que como alguém nos atrapalhando a cada momento.

Se você dedica atenção ao hábito de coletar coisas, você está sempre tirando as informações desnecessárias de sua cabeça e colocando em um lugar mais eficiente para lembra-lo do que precisa ser feito e quando. Com isso, sua mente fica mais ociosa para ser criativa e produzir soluções para outras coisas mais importantes.

Agora é muito importante que você SEMPRE colete as informações e coloque em algum lugar que a mente compreenda como verdadeiro e confiável. Assim, procure ter a maior quantidade de caixas de entrada, com a menor taxa de manutenção possível. Eu uso a ferramenta Remember the Milk para gerenciar todas as minhas tarefas, uso o Google Agenda para organizar todos os compromissos e uso a Caixa de Entrada das contas de e-mail como as principais caixas de entrada de informações.

A grande vantagem é que TODAS elas estão armazenadas na nuvem e posso acessa-las através de meu Notebook, IPAD, IPHONE ou até mesmo a partir de um computador estranho como de uma LAN HOUSE ou de um amigo. O importante é que eu seja capaz de adicionar um novo item ou dar manutenção a um item antigo independente de onde eu esteja.

Todos os dias eu repito o mesmo mantra: Colete, Colete, Colete e Colete novamente.

Somente assim eu consigo garantir que TUDO o que eu preciso fazer foi coletado e será processado para ser executado.

Forte Abraço,

André Cruz

BAIXE NOSSO EBOOK GRÁTIS

ADICIONE 3 HORAS LIVRES AO SEU DIA

Descubra as três atividades simples para colocar em prática ainda hoje e fazer seu dia render muito mais.

BAIXE O EBOOK AGORA

By | 2017-01-02T12:07:56+00:00 27 de abril de 2012|Produtividade|
  • Olá André,
    concordo contigo sobre a importância dessa macro-categoria. Eu costumo fazer uma comparação com o momento decisivo de parar de fumar.
    Todo mundo sabe que o fumo é prejudicial à saúde e quando uma pessoa decide parar de fumar e fica em abistinência da nicotina, ela tem vários efeitos colaterais por conta disso! O corpo quase em colapso (e as vezes entra mesmo!!!) e resistir a vontade de tragar é um esforço muito grande!
    Quando gerenciar tarefas é um processo caótico e a pessoa decide usar o GTD para colocar ordem nas suas demandas, a macro-categoria coletar certamente é a mais "xingada"! 😀 Muitos desistem nesse momento  e burlam a metodologia por acharem que "estão perdendo tempo listando" em vez de estarem trabalhando! É preciso muita força de vontade e acima de tudo confiança na metodologia!

    Parabéns pelo artigo!
    Abraços!

    • Cristiano,
      É isso mesmo. As pessoas esquecem que saber o que precisa ser feito e em que tempo é mais importante do que simplesmente fazer uma coisa atrás da outra. Quando coletamos de forma eficiente, somos capazes de nos planejarmos de forma mais eficaz e também priorizarmos. As pessoas focadas em fazer são reativas e não possuem qualquer tipo de controle sobre suas vidas. O paralelo entre o hábito de coletar e a crise de abstinência é muito boa mesmo.
      Obrigado por contribuir e elevar o nível da conversa.
      Forte Abraço,