Aprenda a montar um planejamento de carreira agora!

Aprenda a montar um planejamento de carreira agora!

Os profissionais bem-sucedidos costumam elaborar um projeto claro e eficiente em relação a própria carreira. Esse processo organizacional tem início com a percepção de suas vocações e posteriormente com o estudo e aperfeiçoamento desses talentos. E para trilhar um caminho de sucesso é fundamental estar sempre atento as exigências e tendências do mercado, ao surgimento de novas áreas de conhecimento e também as habilidades mais requisitadas pela empresa onde trabalham. Além disso, investir no aprimoramento de conhecimentos e ainda saber analisar as possibilidades de ascensão, tornam-se características essenciais para conseguir êxito.

Assim, o planejamento de carreira passa a ser importante no alinhamento de todas as expectativas e ambições, definindo prioridades e otimizando os resultados a curto, médio e longo prazo.

Você também quer aprender a montar um planejamento de carreira que impulsione sua vida profissional? Acompanhe as dicas desse post que com certeza serão muito úteis.

As etapas do planejamento de carreira

Um planejamento de carreira bem desenvolvido auxilia o profissional a identificar quais as competências devem ser trabalhadas para que suas metas sejam atingidas. Conhecimentos técnicos e gerenciais, especializações, atualizações, além de aspectos que envolvem liderança são apenas alguns dos pontos que precisam ser avaliados.

A verdade é que o planejamento de carreira pode ser compreendido como um propósito abrangente e detalhado, servindo para direcionar o profissional aos seus objetivos. Em linhas gerais, consiste na definição de metas baseadas em propósitos, habilidades e aspirações a serem cumpridas dentro de determinados prazos. Entretanto, esse processo deve considerar uma série de fatores – limitadores ou impulsionadores – para uma trajetória vitoriosa, como: a visão estratégica, a persistência, a dedicação, o aprendizado, o aperfeiçoamento e o foco.

A elaboração deste planejamento exige disciplina e para que seja realmente efetivo, é essencial seguir alguns passos. Confira:

Analisando as prioridades e motivações

O autoconhecimento deve fundamentar o planejamento de carreira, pois, é preciso avaliar com cautela quais as motivações, restrições e prioridades de cada pessoa. Criar um conceito que dê uma definição exata do tão sonhado sucesso não é simples, pois esse tipo de avaliação depende e varia muito de indivíduo para indivíduo.

Por meio do autoconhecimento é possível reconhecer a coragem e as fraquezas, praticar a humildade e assumir os erros. Por isso, é importante ser sincero e realista com você mesmo, avaliando as características pessoais, as possibilidades e os níveis de satisfação sem esquecer de valorizar e reconhecer o seu real potencial.

Avaliando o ponto de partida

Outra etapa importante é enxergar com clareza qual será o ponto de partida. Para isso, é preciso reconhecer tudo que já foi conquistado: as principais realizações, as experiências, e o know-how, além de todas as outras competências necessárias e desenvolvidas. Toda essa bagagem adquirida deve servir de base para a determinação de novas metas e jornadas.

Definindo as metas e mantendo o foco

Nesta fase, o profissional começa a planejar a carreira por meio de metas bem definidas e desafiadoras, isso inclui os fechamentos e aberturas de novas etapas como: a conclusão de uma graduação ou de uma pós-graduação, de um curso no exterior, de um novo emprego ou até mesmo a abertura de um negócio próprio que alavanque e amplie seus horizontes.

Para a realização desse planejamento é importante que esses ideais contenham prazos definidos e muito bem especificados. Ter isso claro vai ajudar a delimitar os estágios desse projeto profissional e evidenciará todas as etapas que devem ser cumpridas. Para tanto, é essencial reorganizar a rotina de trabalho e de estudo, gerenciando melhor o tempo e investindo na rede de contatos, além de fortalecer os relacionamentos para assumir uma postura confiante e segura.

Elaborando as estratégias                                                   

As estratégias fazem parte de todos os planejamentos para indicar a sequência de ações que devem ser tomadas. Por isso, é preciso listar todos os passos necessários para alcançar cada uma das metas predefinidas e ordenar essas iniciativas de forma coerente e praticável. É essencial considerar: a capacitação, as experiências, e as competências comportamentais.

Neste caso, o coaching e o mentoring podem ser importantes aliados na construção destas estratégias que priorizam o crescimento profissional e pessoal de forma mais ampla. Dessa forma, é possível elaborar um planejamento mais assertivo e destinado a aprimorar talentos e corrigir equívocos.

Buscando a inspiração

A história de profissionais e empreendedores de sucesso pode ser uma excelente fonte de inspiração, por isso, a recomendação é pesquisar os relatos e acompanhar a carreira destas pessoas. A internet está repleta de casos interessantes que colaboram com o aprendizado e trazem novas ideias.

Também é possível encontrar bons exemplos dentro da própria empresa ou na rede de contatos, o que facilitaria muito a observação e o aprendizado para os que querem aprender não só na teoria, mas principalmente na prática.

Administrando os resultados

Ao colocar o projeto em prática é essencial verificar os progressos, além de saber reconhecer as falhas e dificuldades encontradas. Nesse quesito estão a procrastinação, a falta de organização e também as variáveis externas que podem atrasar a conquista de algumas metas – como uma crise econômica e demais fatores que impactam diretamente em algumas áreas de atuação. Deste modo, é mais fácil fazer um balanço, avaliando quais estratégias foram verdadeiramente eficientes e quais precisam ser revistas.

É importante lembrar que o planejamento de carreira não deve ser engessado, e sim analisado e atualizado ao longo do tempo. Afinal, o mercado está em constante transformação, gerando novas oportunidades e alternativas. Além disso, todos estão sujeitos a propostas e imprevistos inesperados que devem ser levados em consideração na hora de serem examinados. Outro ponto importante é que com o amadurecimento, é esperado que haja alterações no ranking de prioridades do profissional e essas mudanças precisam estar refletidas no planejamento, de modo a proporcionar êxito e recompensas.

Assumindo a responsabilidade

Disciplina, compromisso e resiliência são elementos básicos para alcançar um futuro promissor. Por isso, a importância de assumir a responsabilidade e administrar a própria carreira, pois o sucesso profissional e os resultados dependem muito do comportamento pessoal, das ações direcionadas e de manter o foco no objetivo. Além disso, é preciso lembrar que o planejamento de carreira é capaz de promover o equilíbrio entre a vida profissional e pessoal, garantindo o bem-estar e o entusiasmo.

A importância do networking no planejamento de carreira

O networking é um componente indispensável para um bom planejamento de carreira, sendo determinante para a ascensão profissional. Por meio do networking é possível fortalecer a reputação, conquistar maior destaque, aumentar a empregabilidade e encontrar novas oportunidades de negócios.

Entretanto, o networking deve ser praticado de maneira contínua e eficaz, sempre com a intenção de estreitar laços e desenvolver parcerias oportunas, além de compartilhar informações e conhecimentos relevantes para o ambiente corporativo. Por isso, o networking é essencial para todos os profissionais que estão ativos no mercado de trabalho, independente da área de atuação.

Para o profissional

Dentro das empresas a qualidade das relações interpessoais é um fator decisivo para o desempenho dos profissionais, gestores e das equipes. Por essa razão, é tão importante investir na construção de uma vasta rede de contatos, garantindo uma imagem forte e capaz de atrair o respeito e a admiração de outros profissionais. Além do interesse de recrutadores, a credibilidade, a ética, a maturidade e o dinamismo costumam fazer parte do perfil de quem consegue manter um bom relacionamento entre os colegas de trabalho e clientes. E para construir essa imagem, o ideal é utilizar os conceitos de personal branding ou marketing pessoal. O networking propicia o aprendizado, a troca de experiências e o aperfeiçoamento de competências. Além disso, permite contar com a influência e a indicação de outros membros da rede, seja para um novo emprego, como para uma promoção.

Vale lembrar que boa parte das organizações possui um plano de carreira corporativo e padronizado, que esclarece quais as chances internas de crescimento e ascensão, além das exigências para o exercício de cada cargo. Assim, todos os colaboradores podem entender como devem se preparar para serem considerados potenciais candidatos a novas vagas. Porém, em algumas ocasiões o plano de carreira corporativo não é compatível com o projeto do profissional. Neste caso, a insistência acaba se transformando em perda de tempo e desperdício de energia que podem prejudicar as etapas previstas no planejamento. Diante disso, o mais adequado é buscar oportunidades em empresas com as quais haja uma real identificação e consequentemente, uma sintonia entre as expectativas de ambas as partes.

Para o empresário

A construção de uma rede de relacionamentos deve estar entre as prioridades de todos os empresários, com a finalidade de expandir as oportunidades de negócio, de fidelizar clientes e de buscar novas formas de colaboração. Neste caso, é necessário criar um networking orientado a profissionais e empresas, que possam ser aliados importantes, como clientes, fornecedores, sócios ou investidores.

A prática do networking é, de fato, um processo de fortalecimento de relacionamentos motivados por interesses comuns. E por meio dessas conexões reais, a rede de contatos pode ser ampliada de forma espontânea devido a esse alinhamento de interesses. Assim, é possível atrair e reter consumidores usando referências positivas.

As dicas para um networking eficiente

Uma rede de contatos eficiente depende de diversos fatores como: visão estratégica, dedicação e disponibilidade. Conheça algumas dicas.

Esteja bem informado

Um networking eficiente é resultado do contato com os profissionais certos e para tanto, é preciso frequentar cursos e participar de eventos como palestras, feiras, seminários e congressos – relacionados as áreas de atuação e de interesse do profissional. Porém, essa apresentação pessoal exige uma abordagem inteligente nestes ambientes, pois é necessário conversar com diversas pessoas para garantir uma boa impressão. E para poder interagir com fluidez é fundamental se manter bem informado sobre diversos assuntos que interferem em vários assuntos como: o mercado, os concorrentes, a economia, a política e as novas tendências tecnologias.

Utilize as redes sociais

Atualmente, as redes sociais são fundamentais para a manutenção e ampliação dos contatos. No LinkedIn, por exemplo, é possível localizar profissionais que compartilham interesses específicos, participando de vários grupos de discussão e, publicando artigos próprios. Porém, as redes sociais dedicadas a perfis profissionais exigem especial cuidado, pois, os dados devem estar sempre atualizados e as postagens precisam ser coerentes com a proposta do site.

O Facebook, Instagram, Twitter e demais plataformas de interação devem evidenciar as preferências e ideais do profissional ou do empresário, complementando a imagem gostaria de construir. No entanto, para fortalecer um relacionamento é importante se manter ativo, seja com a divulgação de conteúdos, ou com o compartilhamento de opiniões e comentários agregadores.

Fortaleça contatos antigos e diversifique os novos

Um importante passo na construção da sua rede é se reconectar com colegas e amigos da infância, da faculdade ou de empregos anteriores. Em algumas situações, retomar esses contatos pode ser mais produtivo do que procurar por profissionais que já fazem parte do seu dia a dia. Outro ponto é diversificar os novos relacionamentos e aproximar outras áreas de atuação, expandindo novos horizontes.

Não seja imediatista

Uma rede de contatos verdadeiramente eficaz não é feita apenas com relações pontuais. O imediatismo não funciona neste caso. Por isso, é essencial que existam outros fatores motivadores, como: o aprendizado, a solidariedade e o apoio bilateral. Só assim será possível construir uma rede de colaboração mútua e muito mais eficiente.

Reforce a postura profissional

No networking, não se deve negligenciar a postura do profissional ou do empresário – que normalmente está vinculada a identidade de sua empresa. Maturidade, discrição, ética, comprometimento, transparência, conhecimento, gentileza e educação são sempre quesitos importantes. Porém, esse contato não precisa ser cheio de formalidades, e uma atitude assim pode restringir as chances de aproximação. Sendo assim, uma dose de simplicidade e proatividade, pode ser o suficiente para derrubar algumas barreiras.

A importância do feedback e dos ajustes no planejamento

O feedback é uma excelente ferramenta de gestão de pessoas e deve ser bem explorado durante a revisão do planejamento de carreira. Assim, é preciso buscar o feedback de gestores e dos colegas de trabalho, mas no caso dos empresários os clientes e fornecedores é que devem ser consultados. Essas informações podem ser extremamente úteis para a identificação de falhas comportamentais ou técnicas que precisam ser corrigidas. Além disso, são nas conversas francas que conseguimos entender e identificar quais as habilidades a serem trabalhadas e melhoradas. As avaliações de desempenho também são importantes para enaltecer os pontos fortes e eliminar as deficiências dos profissionais. Por isso, é necessário aproveitar essas oportunidades que são construtivas e colaboram muito o planejamento original.

Não existe uma receita única para garantir uma carreira de sucesso, mas existem atitudes e decisões que podem influenciar nos resultados obtidos. Para isso é importante elaborar um planejamento de carreira considerando talentos, motivações e ambições. Nesse sentido, ter autoconhecimento é fundamental e somente com a percepção das próprias limitações, é que será possível buscar o aprimoramento e o amadurecimento. Assim, fica mais fácil manter o foco nos seus objetivos sem perder a coragem, o otimismo e a determinação. Afinal, características como perseverança, firmeza de propósito e a adaptabilidade são caraterísticas dos profissionais vencedores.

Gostou das nossas dicas? Então, comente conosco sua experiência e leia também Como deve ser o seu perfil no LinkedIn.

BAIXE NOSSO EBOOK GRÁTIS

PROSPERIDADE FINANCEIRA NA PRÁTICA

O guia "Prosperidade Financeira na Prática" vai ajudar você a se livrar das dívidas, ajustar o orçamento e conquistar prosperidade financeira.

BAIXE O EBOOK AGORA
By | 2017-01-02T11:59:42+00:00 16 de maio de 2016|Carreira, Sucesso Profissional|