Sinergia: um dos hábitos de pessoas altamente eficazes. Conheça!

Sinergia: um dos hábitos de pessoas altamente eficazes. Conheça!

Quando falamos em pessoas altamente eficazes, temos a tendência muitas vezes equivocada de imaginar que sejam pessoas que consigam resolver tudo sozinhas. Bom, se tratando do universo organizacional essa verdade não é necessariamente absoluta.

O desempenho de uma empresa não é determinado por atitudes individuais, a maior parte das ações executadas são de caráter coletivo, ou seja, em equipe.

Cada pessoa é importante naquilo que desempenha, porém, em grupo essa equação se torna ainda melhor, pois não se trata de uma soma de partes, mas de um produto com vida própria, como um organismo que funciona em busca dos mesmos objetivos.

Podendo ser entendido também como coesão, união ou entendimento, o conceito de sinergia diz respeito a essa característica de atuar em busca do mesmo resultado, no qual o foco está no desempenho da equipe.

Ao enxergar uma empresa como uma grande equipe formada por pequenos grupos, tal característica se torna a chave para o sucesso, resolvendo muitos dos dilemas organizacionais.

No post a seguir você vai conhecer mais sobre a sinergia e como funciona. Acompanhe!

Ser útil em vez de ser o melhor

O mundo está passando por diversas modificações que atentam a todo o tempo para a importância do pensamento coletivo. Embora o mercado seja competitivo, a noção de ter de ser o melhor vai de encontro com todas as necessidades reais de uma empresa e da sociedade como um todo.

Como poderei ser útil para um grupo se o meu objetivo é ser melhor do que eles? Bom, é isso que gestores e recrutadores têm observado na gestão de pessoas, pois perfis antes considerados bons, aqueles mais agressivos e ambiciosos, se tornam muitas vezes problemáticos quando o assunto é trabalho em equipe.

A melhor forma de ter um lugar no mercado é buscando sua constante evolução no sentido de se tornar cada vez mais útil para as velhas e novas necessidades. Isso significa estar coeso com o mundo que o cerca, ser parte integrante de um todo maior e indivisível.

Colocar interesses coletivos acima de individuais

É fato que o individualismo se tornou um grande mal nas últimas décadas. Atitudes movidas por excesso de ambição e ganância são a raiz da maior parte dos problemas. A noção de escassez e o medo de sair perdendo faz com que esse tipo de comportamento surja nas pessoas.

Pensar no outro é a forma mais eficiente de pensar em si, pois o que beneficia o grupo, beneficia também cada integrante.

Sabemos que todos possuem seus objetivos e que existe grande valor em uma pessoa que corre atrás de seus sonhos independente do que aconteça. Porém, é possível realizar seus desejos e aspirações pensando no bem comum ou, pelo menos, sem prejudicar terceiros.

Todos vivem de forma interdependente, ou seja, não se vive de forma isolada, nem mesmo se trabalha sozinho, sempre haverá algo que o outro saberá fazer melhor e que será necessário para que a sua tarefa seja concluída. Nessa lógica, há lugar para todos, não é preciso ofuscar alguém para se destacar, pois é justamente a diferença que vai completar lacunas que faltam em uma equipe.

Sinergia empresarial: como funciona

Há duas visões de sinergia empresarial que podem ser explicadas. Primeiro, a sinergia interna, entre colaboradores de uma mesma organização e/ou equipe. Segundo, sinergia externa, que diz respeito à responsabilidade da empresa, empreendedor ou colaborador com o todo, incluindo sociedade, meio ambiente, entre outros elementos.

Interna e externamente, essa característica é formada por atitudes como respeito, comprometimento, lealdade e união.

Embora pareça óbvia a necessidade dessas qualidades em uma equipe, a realidade de muitos dos ambientes de trabalho não propicia esse tipo de relação. O que se percebe, muitas vezes, é o oposto dessas características influenciando diretamente no clima organizacional, trazendo prejuízos nos resultados da empresa.

Uma noção importante é de que essa coesão deve existir em todos os níveis, tanto entre sócios, donos e diretores, quanto gestores e colaboradores administrativos. Como as tarefas e informações são passadas entre todos os membros, muitas vezes, conflitos também podem ser transmitidos, assim como a ausência de cooperação.

Na segunda forma de se enxergar o conceito de sinergia, o ambiente externo, a sua história e as pessoas que o integram são tão importantes quanto os objetivos da empresa. Em alguns casos, são mais. Principalmente, quando se lida diretamente com a vida.

Um exemplo da ausência de sinergia em relação ao contexto externo foi o acidente que ocorreu com a represa da empresa Samarco, no ano de 2014, em Mariana/MG, e os consequentes desastres ecológicos e humanos que o seguiram.

A falha em relação aos procedimentos de fiscalização e vistorias atrasadas refletem uma sobreposição dos interesses individuais da empresa em relação aos interesses públicos e coletivos, o que trouxe graves consequências.

Em menores proporções, essas falhas ocorrem a todo momento em diversas empresas. O compromisso com a qualidade de um serviço não é apenas movido pelo lucro, o segredo é integrar interesses de mercado a necessidades coletivas. Nesse sentido, a sinergia deve ser um elemento central na política de qualquer empreendimento.

Tudo é construído, nada deve ser naturalizado

A noção de ser melhor ou pior que alguém é, como qualquer outra, uma ideia construída e influenciada por diversos elementos. Ao relativizar esse conceito e valorizar a individualidade – diferente do individualismo – no sentido de dar valor às diferenças e não a determinadas características, é possível se chegar a melhor versão de si, pois os maiores desafios são os próprios limites.

Assim, uma pessoa que cultiva a sinergia buscará seu aperfeiçoamento de forma integral, incluindo sempre a sua capacidade de se relacionar de forma construtiva e de contribuir para transformar determinada realidade.

O grupo, para essa pessoa, é visto como uma oportunidade, uma vez que a convivência do diferentes tipos de personalidade faz com que novas habilidades sejam adquiridas, assim como traz o aumento no grau de consciência e autocrítica.

Um bom gestor deve incentivar esse hábito, no qual ele mesmo precisa ser um exemplo a ser seguido, demonstrando fazer parte de um time, vestindo sua camisa, partilhando suas vitórias e se implicando nas falhas.

Já conhecia o conceito de sinergia? Deixe seu comentário e nos diga o que mais gostou do texto!

BAIXE NOSSO EBOOK GRÁTIS

PROSPERIDADE FINANCEIRA NA PRÁTICA

O guia "Prosperidade Financeira na Prática" vai ajudar você a se livrar das dívidas, ajustar o orçamento e conquistar prosperidade financeira.

BAIXE O EBOOK AGORA
By | 2017-01-02T11:59:39+00:00 4 de julho de 2016|Carreira, Sucesso Profissional|