Porque você deve dar menos presentes ao seu filho

Girl with gifts

Todo ano no Dia das Crianças, acontece a mesma coisa: adultos correm para as lojas em busca do brinquedo perfeito.

Com o objetivo de agradar nossos filhos, enteados, sobrinhos e afilhados não medimos esforços para comprar o melhor brinquedo que podemos pagar.

Mas…será que eles precisam mesmo de tantos presentes? Neste post, vou te mostrar o que realmente pode ser o melhor presente. Confira!

Fui uma criança que raramente recebia presentes no dia 12 de outubro. E quando recebia, era algo bem simbólico.

Talvez você esteja pensando agora: “nossa…que pais sem coração”

Quer saber minha opinião hoje?

Sou muito grata por eles terem feito isso. Vou te explicar porque…

Ao invés de me encher de brinquedos caros, meus pais me deram as melhores lições sobre o respeito pelo dinheiro, responsabilidade e o valor das coisas.

É claro que eu sonhava em ter a Barbie Estilo Rosa e vivia pedindo isso ao meu pai. Também confesso que o chamava de chato e de “pão duro” toda vez que recebia um “não” como resposta.

Minha criança não conseguia compreender, mas lembro claramente da repetida frase do meu pai:

“Quando você crescer vai entender o valor das coisas, vai ver quantas horas de trabalho custa isso”.

O tempo passou, e aos 16 anos, consegui um estágio remunerado. Gastei meu primeiro “salário” em uma calça da moda e passei os outros 29 dias do mês sem um centavo.

Finalmente, entendi o que meu pai queria dizer com aquela frase: a calça custou 80 horas da minha vida.

Sabe…eu não morri por não ter a Barbie que desejava. Nem fui uma criança infeliz porque não tive os melhores brinquedos.

Para falar a verdade, percebi que eu reclamava injustamente da falta de presentes. Eu tinha casa, comida, cama, material escolar novinho, livros e roupas que custaram inúmeras horas da vida dos meus pais.

Ao invés de brinquedos caros, recebi deles as lições sobre dinheiro que não tem preço.

O que quero dizer com tudo isso?

Se você tem uma criança que dá sentido especial à sua vida, o melhor presente que você pode dar a ela é garantir seu futuro e ensiná-la – a partir de seu exemplo – o respeito pelo dinheiro, responsabilidade e o valor das coisas.

Pare e pense:

Se essa criança está acostumada a receber presentes com frequência só para se sentir feliz, o que você acha que esse adulto vai fazer assim que receber cada salário?

Se você não quer ver essa criança se tornar um adulto que não sabe lidar com dinheiro, você precisa verificar se está dando os exemplos adequados.

Crianças aprendem com o exemplo dos adultos que as cercam.

Meu episódio com a calça estava longe de ser o exemplo que recebi dos meus pais. E quando percebi isso, mudei radicalmente minha forma de lidar com dinheiro.

Sem problemas oferecer presentes de vez em quando…

Mas se quiser ser um exemplo decisivo na vida dessa criança precisará fazer mais do que comprar brinquedos legais.

Para ajudá-lo a ter uma boa relação com o dinheiro e uma vida mais equilibrada, próspera e feliz, você precisará dar o exemplo.  E você pode se aprofundar ainda mais sobre o tema no curso  Sucesso Financeiro na Prática.

Então…qual a sua opinião sobre o excesso de presentes para a crianças?  Deixe um comentário e participe da conversa!

BAIXE NOSSO EBOOK GRÁTIS

PLANEJAMENTO FINANCEIRO PESSOAL

Neste e-book você terá acesso às melhores práticas para se planejar financeiramente. Do controle de contas a aprender como entender e controlar as despesas fixas e variáveis, passando por como definir prioridades e identificar gastos supérfluos, que podem comprometer o orçamento.

BAIXE O EBOOK AGORA

By | 2017-01-02T11:59:27+00:00 11 de outubro de 2016|Educação Financeira, Sucesso Financeiro, Sucesso Pessoal|