O que você perde quando não percebe riqueza ao seu redor – Parte 3

Sempre temos duas opções na vida: olhar para o que já temos ou olhar para o que ainda não temos. É claro que pensar no que ainda queremos é importante e isso nos mantém motivados diariamente. Senão que sentido teria a vida se não houvesse mais nada que desejássemos conquistar?

Se por um lado é importante buscar o que ainda não temos, também é preciso ter cuidado para não enxergar o tempo todo um copo meio vazio.

Tudo é uma questão de perspectiva. Você pode olhar para sua vida nesse exato momento e acreditar que não tem nada. Pode acreditar que o que você quer nunca chega.

Por outro lado, você pode acreditar que ainda tem muito: uma casa, uma cama, comida na mesa, armário abarrotados de coisas e uma família que te ama. O copo pode estar meio cheio ou meio vazio. Isso depende de como você olha para ele.

 

Por muitas vezes, eu visualizei o copo meio vazio. Na mudança, ao me desfazer de uma casa inteira, percebi que ele estava meio cheio. Melhor do que totalmente vazio, não acha?

Quando se percebe o copo meio cheio, você se questiona se ele estava cheio das coisas certas. Você repensa seu modo de consumo e prioridades.

Tudo o que você comprou/consumiu até hoje era o que realmente importava?

Todos temos grandes desejos e pequenos desejos. Normalmente, os grandes desejos exigem mais tempo e mais dinheiro para serem realizados. Seja a compra de uma casa, de um carro ou um intercâmbio, por exemplo.

 

A maioria das pessoas passa a vida inteira falando de um sonho grande, mas nunca o realiza.  Sabe por quê? Porque priorizam os pequenos desejos sem perceber.

Você acredita que seu copo está meio vazio?

Agora, vamos fazer um teste rápido. Alguma vez você estava juntando dinheiro para um grande desejo e, de repente, gastou parte dele porque apareceu algo na sua frente que você ficou com muita vontade de comprar?

Se respondeu “sim”, possivelmente você acredita que seu copo anda meio vazio. Sempre que pensamos dessa forma se torna fácil ceder às pressões emocionais do consumismo e recompensar a si mesmo de alguma forma. E aí mora o perigo: enquanto seu copo estiver meio vazio, seu maior sonho nunca será prioridade.

Para você compreender melhor do que estou falando, vou citar uma experiência que tive com minha sobrinha de 11 anos:

Prometi que faríamos uma viagem à Disney em dezembro de 2015. Animada para comprar novas bonecas, ela começou a juntar dinheiro para formar uma boa quantia em dólares. Dois meses antes da viagem, fomos passear na praça perto de onde eu morava. Chegando lá, nos deparamos com uma barraca vendendo móveis em miniatura.

Como toda menina, ela ficou encantada e disse que gostaria de comprar alguns itens com o dinheiro que estava juntando. Deixei minha sobrinha totalmente à vontade sobre o que gostaria de fazer. Apenas questionei se ela preferia realizar o pequeno desejo ou o grande desejo. Afinal, se ela comprasse os móveis de madeira gastaria 60% do que tinha juntado. Como só faltavam 2 meses até a viagem, correria o risco levar menos do que havia planejado.

Para o meu orgulho, minha sobrinha decidiu não comprar e continuou juntando dinheiro até a data da viagem.  Ela priorizou seu grande desejo e manteve a visão de um copo meio cheio em sua vida.

E você? Vem trocando seu grande desejo por pequenas recompensas?

O tempo todo nos deparamos com situações parecidas como essa da minha sobrinha. O segredo do sucesso está em manter-se grato pelo que já tem e agindo para os grandes desejos. Caso contrário, viverá para sempre com um copo meio vazio, conformado por pequenas recompensas e deixando seus grandes sonhos de lado.

Então, qual dos copos você vai escolher? Conte pra gente 🙂

BAIXE NOSSO EBOOK GRÁTIS

PROSPERIDADE FINANCEIRA NA PRÁTICA

O guia "Prosperidade Financeira na Prática" vai ajudar você a se livrar das dívidas, ajustar o orçamento e conquistar prosperidade financeira.

BAIXE O EBOOK AGORA

By | 2017-02-20T16:02:10+00:00 21 de fevereiro de 2017|Educação Financeira, Sucesso Financeiro|