Como viajar sem despachar bagagem com as novas regras da Anac

As novas regras, aprovadas pela Agência Nacional de Aviação Civil (Anac), deixaram muitas pessoas sem saber sobre como viajar sem despachar bagagem e levar tudo o que precisa.

Inicialmente, a mudança parece injusta, mas não é.  Pare e pense: todas as vezes em que viajou, você usou todas as peças que levou na mala?

Na maioria das vezes não, certo?

Então… que tal pagar menos na passagem e criar novos hábitos na hora de fazer as malas para levar somente o essencial? Garanto que seu bolso vai agradecer!

Passamos recentemente por nossa primeira experiência de viajar sem despachar bagagem na Europa. Por aqui a moda é pagar barato e carregar uma mala pequenina de um lado para o outro. O desafio era colocar roupas de duas pessoas para quatro dias em apenas uma mala de mão. Enquanto isso, o outro passageiro levaria uma mochila com notebooks e outros acessórios.

Acredite: foi muito mais prático viajar assim! Percebemos que a diferença entre ser bem-sucedido ou viver um pesadelo numa viagem sem despachar bagagem baseia-se em dois fatores: estratégia e organização. Com isso é totalmente possível pagar a tarifa mais barata, levar tudo o que precisa e não desperdiçar seu tempo despachando e recolhendo mala na esteira.

Confira agora nossas dicas para você também ser bem-sucedido na sua próxima viagem sem despachar bagagem:

1) Esteja atento na hora de comprar a passagem

Tudo começa na hora de comprar as passagens e planejar a viagem. Avalie as regras de cada companhia, pois elas têm liberdade para definir a franquia de bagagem de mão e valores cobrados por mala despachada.

Avalie se o período que vai ficar no destino torna viável levar apenas bagagem de mão. Se ainda assim acreditar que precisa despachar bagagem, compare o custo da mala despachada com a possibilidade de levar menos roupa e usar um serviço de lavanderia durante a viagem.

2) Invista em uma mala com a maior dimensão permitida

Na hora de comprar sua mala de mão, opte por um modelo com a maior dimensão permitida por sua companhia aérea. Se você viaja em companhias aéreas diferentes, escolha um tamanho que sirva para todas elas.

3) Seja prático na escolha das roupas

Quando temos a opção de despachar bagagem corremos um risco maior de levar coisas além do necessário. Isso acontece principalmente com as mulheres que pensam “e se eu resolver usar esta blusa?” ou “se chover eu tenho essas botas“. No fim, voltam para casa com metade das peças sem usar e carregam um peso desnecessário.

Para evitar que esses itens extras custem ao seu bolso, use como seus aliados: a previsão do tempo, e sua lista de compromissos ou passeios em vista. Baseado nesses fatores, escolha peças em quantidades adequadas. Para a parte de baixo, uma calça jeans serve para 2 ou 3 dias. Considere 1 blusa ou camisa por dia e uma extra para cada 4 dias. Escolha peças com cores neutras que combinam facilmente entre si (inclusive calçado e acessórios).

Lembre-se que a roupa que você vai vestido, já conta para o primeiro dia. Se tiver que levar um casaco grande, leve-o na mão para economizar espaço na mala.

4) Escolha um calçado que combine com todas as ocasiões e peças

O sapato é um item que ocupa muito espaço na mala. Opte por viajar com um único calçado que combine com todas as roupas que está levando. Se for realmente necessário levar um calçado extra, certifique-se de que colocou o de menor volume e peso na mala.

5) Use e abuse dos sacos organizadores à vácuo

Uma boa estratégia para economizar espaço é investir em sacos à vácuo para embalar as roupas. Existem diversos modelos no mercado: são reutilizáveis e valem o investimento. Prefira os que não exigem aspirador, pois se não houver um no destino você vai ficar na mão quando fizer a mala para a viagem de volta.

6) Enrole as peças menores ao invés de dobrar

Enrole as peças de malha antes de colocá-las no saco a vácuo. Além de economizar espaço, elas não chegam amarrotadas ao destino.

7) Aproveite todos os espaços

Utilize os espaços laterais para colocar peças soltas como roupa íntima, meias enroladas, pijama e acessórios de higiene.

8) Cuidado com os itens não permitidos na bagagem de mão

Lembre-se de que alguns itens como líquidos acima de determinada quantidade, aerossóis e objetos pontiagudos não são permitidos na bagagem de mão. A regra vale mesmo que a mala de mão esteja trancada e pouco importa se você despachou ou não outra bagagem.

No nosso caso, perdemos 2 vidros novos de desodorante aerossol na ida porque esquecemos esse detalhe. E na volta, quase perdemos um alicate de unha.

Portanto, nossa recomendação é: deixar esses itens em casa e optar por desodorantes roll-on.

9) Atenção ao levar bolsa ou mochila

Essa dica vale especialmente para as mulheres: bolsa média ou grande (de ombro ou não) conta como bagagem de mão! Então se você estiver com uma bolsa média mais a mala, a equipe de embarque pode exigir que você a coloque dentro da mala.

Sério, é uma coisa ou outra no avião: mala, mochila ou bolsa feminina por passageiro. A única exceção parece ser bolsas pequenas (tipo carteira). No nosso caso, tivemos que colocar a minha bolsa dentro da mala.

Então, nossa dica é: leve uma bolsa pequena, deixe a mochila em casa ou reserve um espaço na mala para colocar dentro se for necessário.

10) Tenha um cadeado à mão

Se não houver mais espaço na cabine, pode ser que a companhia coloque sua mala de mão no porão sem cobrar por isso, obviamente. Para evitar preocupações, leve sua mala trancada ou tenha um cadeado à mão para o caso de imprevistos.

Seguimos todas essas estratégias e tivemos à mão tudo o que precisamos durante a viagem (tirando o fato de ter que comprar um desodorante no destino rsrs). Portanto, é possível viajar gastando pouco e sem ter que despachar bagagem.

E você: já viajou somente com bagagem de mão? Conte para a gente como foi sua experiência 😉

 

BAIXE NOSSO EBOOK GRÁTIS

ADICIONE 3 HORAS LIVRES AO SEU DIA

Descubra as três atividades simples para colocar em prática ainda hoje e fazer seu dia render muito mais.

BAIXE O EBOOK AGORA

By | 2017-05-18T12:25:57+00:00 19 de maio de 2017|Sucesso Pessoal|