Como montar uma planilha de controle financeiro eficiente?

Como montar uma planilha de controle financeiro eficiente?

Às vezes estamos em situação positiva, com uma boa renda, aparentemente as contas estão em ordem. Corremos e batalhamos muito para ter sucesso, mas frequentemente ficamos na incerteza se estamos ganhando ou perdendo, apesar de saber que estamos nos esforçando muito.

Você também se sente assim? Vamos dar uma dica fundamental que vai acabar de vez com essa insegurança: tenha uma planilha de controle financeiro. Um controle simples, mas ao mesmo tempo, completo de tudo que você recebe e gasta. Dessa forma você verá com clareza para onde está indo seu esforço. Veja a seguir como começar.

Como ter uma visão completa das suas finanças

Ninguém sabe ao certo o resultado dos seus esforços se não colocar na ponta do lápis cada um dos pontos importantes. Mas quando se tem essa visão, a experiência mostra que o retorno acaba sendo ainda melhor, pois percebemos com bastante clareza onde precisamos economizar.

Vamos guiar você na estrutura mais adequada para sua planilha de controle de gastos. O Excel (ou outros programas semelhantes de elaboração de planilhas) é uma ferramenta excelente para isso. Vamos lá.

Primeiros passos da criação da planilha

Inicialmente, separe uma aba para cada mês, englobando todos os meses do ano.

Nas planilhas mensais você criará quatro colunas:

  • A primeira coluna será a descrição, e você informará o que realmente gerou aquele ganho ou gasto. Por exemplo: “parcela de empréstimo”, “pagamento de encanador”, “conserto do carro” etc. Nessa coluna, a informação é mais específica, para que posteriormente você se lembre do que se tratava;
  • A segunda coluna terá a categoria. Você pode colocar de forma mais resumida o tipo de gasto ou receita que descreveu: “custos bancários”, “alimentação”, “despesas médicas”, etc. Isso é importante para que depois você saiba em que categoria está gastando mais e onde precisa poupar;
  • Na terceira coluna você vai inserir o valor das despesas e tudo que for referente a gastos;
  • Na quarta e última coluna, você anotará o que for correspondente a ganhos, inclusive de investimentos e poupanças, além da sua fonte de renda. Insira todos os lucros e recebimentos do período.

Além dessa parte descritiva, faça um quadro lateral e, além do resumo desses totais (receitas e despesas), insira uma meta de poupança mensal, um valor que você deseja guardar mensalmente como reserva de emergência ou investimento. A ordem deve ficar assim:

  • Saldo inicial: registre com quanto você começou o mês em caixa (somando saldo  em dinheiro e na conta corrente);
  • Entradas do mês: aqui fica o somatório de todas as suas receitas do período;
  • Saídas do mês: registre o total de suas despesas do mês em questão;
  • Reserva para poupança: como citamos, sua reserva de emergência;
  • Saldo final: com quanto dinheiro você terminou seu mês.

Como ter uma visão geral e fazer um bom controle financeiro

Por fim, a aba que registra o período total (o ano em questão) deve ter um formato semelhante ao das abas mensais, mas ao invés da descrição das receitas e categorias, basta nomear um mês em cada linha, registrando nas colunas subsequentes as receitas e despesas de cada um deles. Aqui também, utilize a fórmula soma para buscar os valores automáticos em cada mês.

Você pode, nessa aba anual ou mesmo nas mensais, acrescentar mais um quadro listando as categorias e somar os totais referentes a cada uma delas, tanto para receitas como para despesas. Isso permite que você tenha máxima visão do seu orçamento, além de também ser uma boa base para inserir gráficos, se for o caso.

Pronto! Agora é só começar a registrar tudo que entra de receitas e todas as suas despesas pessoais. Ao final, você terá um resultado gratificante pois perceberá que finalmente pode dominar suas finanças.

Se você gostou e quer aprender mais, disponibilizamos um excelente e-book sobre planejamento financeiro pessoal. Confira aqui, é gratuito!

BAIXE NOSSO EBOOK GRÁTIS

PLANEJAMENTO FINANCEIRO PESSOAL

Neste e-book você terá acesso às melhores práticas para se planejar financeiramente. Do controle de contas a aprender como entender e controlar as despesas fixas e variáveis, passando por como definir prioridades e identificar gastos supérfluos, que podem comprometer o orçamento.

BAIXE O EBOOK AGORA

By | 2017-01-02T11:59:40+00:00 20 de junho de 2016|Educação Financeira, Sucesso Financeiro|